Coronavírus

Covid-19: Europa contraria tendência global ao registar subida de infeções

A Rússia tem vindo a registar novos máximos a cada dia que passa.

Saiba mais...

Pela sétima semana seguida, o numero de casos de covid-19 diminuiu a nível global. No entanto, na Europa as infeções voltaram a aumentar.

A Rússia atinge um novo máximo a cada dia que passa: nas ultimas 24 horas superou, pela primeira vez, as mil mortes diárias. Mais de 90% das camas dos hospitais do país estão ocupadas por doentes com covid-19. Pouco mais de 31% da população está vacinada.

Também a Holanda, a Polónia, a Letónia ou a Republica da Irlanda têm assistido a um aumento das infeções.

Nos Estados Unidos, a descida está na ordem dos 14%, dados que animam o país do mundo que foi mais afetado pela pandemia.

Em Itália, milhares saíram à rua em protesto contra a obrigatoriedade de todos os trabalhadores apresentar passe sanitário.

A Nova Zelândia optou por outra forma de incentivar a vacinação: um festival nacional. Mais de 124 mil pessoas foram imunizadas em apenas um dia. Em Auckland, 300 pessoas foram vacinadas a bordo de um avião. Cerca de 50% da população do país foi vacinada.

► Veja mais:

  • Esqueçam o atrás...

    Tenham noção

    O recado de Rodrigo Guedes de Carvalho sobre redundâncias. Tenham noção que dizer ou escrever "há cinco anos atrás", "subir para cima" ou "descer para baixo" é desnecessário.

    SIC Notícias