Alterações Climáticas

Angela Merkel entrega hoje Prémio Gulbenkian para a Humanidade em Lisboa

Angela Merkel entrega hoje Prémio Gulbenkian para a Humanidade em Lisboa
Markus Schreiber / AP

O prémio, no valor de um milhão de euros, pretende distinguir pessoas, grupos ou organizações de todo o mundo cujo trabalho tem contribuído para mitigar o impacto das alterações climáticas.

A antiga chanceler alemã Angela Merkel está hoje em Lisboa para anunciar e entregar o Prémio Gulbenkian para a Humanidade, que distingue pessoas ou organizações pelo seu contributo no combate às alterações climáticas.

Angela Merkel é, pela primeira vez, a presidente do júri do Prémio Gulbenkian para a Humanidade, sucedendo ao antigo Presidente da República Jorge Sampaio, que presidiu ao júri nas primeiras duas edições.

O prémio, no valor de um milhão de euros, pretende distinguir pessoas, grupos ou organizações de todo o mundo cujo trabalho tem contribuído para mitigar o impacto das alterações climáticas.

Na primeira edição, em 2020, foi atribuído à ativista sueca Greta Thunberg, que aplicou a verba no apoio de vários projetos escolhidos por si, incluindo iniciativas para apoiar o combate à covid-19 na Amazónia, vítimas de catástrofes naturais na India, Bangladesh e em países africanos, e na transição energética em África.

Em 2021 venceu a "Global Covenant of Mayors for Climate & Energy", uma aliança constituída por mais de 10.600 cidades e governos locais de 140 países que utilizou o prémio para financiar projetos em cinco cidades no Senegal para o fornecimento de água potável e numa cidade nos Camarões para o desenvolvimento de soluções de eficiência energética.

O vencedor da terceira edição é anunciado hoje numa conferência de imprensa durante a manhã e o prémio será entregue numa cerimónia que decorre pelas 18:00 na Fundação Gulbenkian, em que estarão presentes Angela Merkel, o presidente da Fundação, António Feijó, e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Últimas Notícias
Mais Vistos