Crise Energética

"Não cumprir requisição civil é crime", avisa ministro do Ambiente

Entrevista SIC Notícias

"Não cumprir requisição civil é crime", avisa ministro do Ambiente

João Pedro Matos Fernandes acredita que motoristas vão começar a cumprir os serviços mínimos decretados pelo Governo.

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, garantiu esta segunda-feira que não havia alternativa senão decretar a requisição civil na greve dos motoristas.

Matos Fernandes disse, na Edição da Noite da SIC Notícias, que quem não acatar esta ordem está a cometer um crime e afirmou que vão ser tomados todos os procedimentos legais para quem não cumprir o horário.

O Governo esclarece que esta não é uma requisição civil genérica, aplicando-se a quatro casos específicos que foram apontados como as maiores fragilidades do sistema de abastecimento.

A prioridade vai para a rede estratégica de combustíveis, para o abastecimento a partir de Sines, para o aeroporto de Lisboa e para a unidade de gás em Portimão, que só tem reserva para mais dois dias.

Na entrevista, o ministro considerou ainda que, apesar de uma greve deste género causar sempre grandes transtornos, os portugueses estão mais preparados.