O Brasil volta às urnas a 30 de outubro. A primeira volta das eleições gerais não foi suficiente para eleger o Presidente do país. Nem Lula da Silva nem Jair Bolsonaro (os candidatos mais votados) conseguiram ultrapassar 50% dos votos válidos.