Eleições nos EUA

Vitória proclamada por Trump é "perigosa e autoritária"

Carlos Barria

"Conte os votos. Respeite os resultados", afirma a congressista democrata Alexandria Ocasio-Cortez.

A congressista democrata Alexandria Ocasio-Cortez afirmou esta quarta-feira que a vitória proclamada pelo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, antes de terminar a contagem dos votos nas eleições presidenciais de terça-feira é "perigosa e autoritária".

"A declaração de vitória prematura de Donald Trump é ilegítima, perigosa e autoritária", disse Ocasio-Cortez numa mensagem colocada numa rede social alguns minutos depois de Trump ter garantido num discurso que havia vencido a eleição, apesar da contagem dos votos decorrer em vários Estados-chave.

"Conte os votos. Respeite os resultados", acrescentou a jovem legisladora de origem porto-riquenha, que representa os bairros do Bronx e Queens, em Nova Iorque, e que foi reeleita na terça-feira.

De acordo com dados da Comissão Eleitoral estadual, às 00:37 horário local (05:37 em Lisboa), Ocasio-Cortez, 31 anos, tinha 68,8% de votos e o seu rival, o católico republicano John C. Cummings, 60 anos, 30,6%, após 71% dos votos já terem sido contados.

O candidato republicano à Presidência dos EUA, Donald Trump, disse esta quarta-feira que já ganhou as eleições, mas que os democratas estão a tentar "roubar" as eleições, prometendo recorrer ao Supremo Tribunal.

"Vamos recorrer para o Supremo Tribunal e tentar parar a contagem de votos", disse Trump, numa declaração na Casa Branca, perante uma audiência dos seus apoiantes.

Trump disse que está à frente em muitos Estados e que a eleição já está ganha para os republicanos, mas que os democratas estão a tentar "roubar" esta eleição, através do lançamento de votos já depois do encerrament das urnas.

As eleições presidenciais nos Estados Unidos decorreram na terça-feira, opondo o Presidente Donald Trump ao candidato democrata Joe Biden, mas ainda não há um vencedor, apesar de o chefe de Estado já ter reclamado a vitória.

Segundo projeções dos principais 'media' norte-americanos, o candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, está à frente do Presidente norte-americano, Donald Trump, com 236 delegados contra 213 no Colégio Eleitoral.

ACOMPANHE AO MINUTO A NOITE ELEITORAL NOS EUA

Veja também:

  • 0:43