Eleições nos EUA

Demissão, "fossa de votos falsos" e as novidades. Os tweets de Trump

Steve Helber

Donald Trump demitiu um governante no Twitter e voltou a falar sobre as eleições presidenciais.

Donald Trump tem estado muito ativo na rede social Twitter nas últimas horas, enquanto o Presidente eleito, Joe Biden, anuncia equipas.

Numa publicação, Trump disse que o escrutínio no estado do Nevada se está a tornar numa "fossa de votos falsos".

Pouco depois, escreveu que as coisas no Wisconsin estão a correr bem e que vai haver novidades em breve.

Donald Trump acusou ainda os responsáveis da Pensilvânia de terem impedido a equipa dele de acompanhar grande parte da contagem. Sobre a Geórgia disse que vai ser uma grande vitória, como foi a noite das eleições.

Também nas últimas horas, despediu na mesma rede social o secretário da defesa dos Estados Unidos, Mark Esper. Sem justificar a decisão, o Presidente apenas anunciou que o substituto é Christopher Miller, o antigo diretor do Centro Nacional de Contraterrorismo, visto como um apoiante do republicano.

Mais tarde, agradeceu o trabalho de Mark Esper.

Quanto às eleições presidenciais nos Estados Unidos, Donald Trump voltou a afirmar que há fraude na contagem dos votos.

O Twitter está a assinalar algumas publicações como duvidosas para alertar os utilizadores para a legitimidade das informações.

Veja também: