Eleições nos EUA

Congresso norte-americano certifica resultado das eleições presidenciais de novembro

Mike Segar

Este é o último passo para validar a vitória presidencial de Joe Biden.

O Congresso norte-americano reúne-se esta quarta-feira para realizar a certificação final e oficial dos votos do Colégio Eleitoral, o último passo para validar a vitória presidencial de Joe Biden que tomará posse como 46.º Presidente dos Estados Unidos em 20 de janeiro.

Os congressistas deverão confirmar a vitória de Joe Biden, apesar de alguns republicanos já terem dito que vão votar contra a eleição do democrata.

Os apoiantes de Donald Trump também contestam o resultado das presidenciais e para esta quarta-feira está marcada uma marcha em Washington.

A Guarda Nacional já foi chamada para reforçar a segurança durante a manifestação. As autoridades estaduais de Washington ativaram pelo menos 340 soldados da Guarda Nacional norte-americana para proteger a capital dos Estados Unidos.

Os organizadores da manifestação estimam que cerca de 15.000 pessoas se vão juntar no centro da cidade quando o Congresso se reunir para certificar os votos do Colégio Eleitoral, que deram a vitória das eleições presidenciais norte-americanas de 3 de novembro passado ao candidato democrata, Joe Biden.

Diferentes fações e grupos que são leais a Trump estão a ser apresentados como organizadores da marcha que vai decorrer na capital federal.

O Departamento de Justiça norte-americano e as autoridades eleitorais estaduais - incluindo as lideradas por republicanos - indicaram que não existem evidências de uma fraude eleitoral generalizada e reconheceram os resultados que deram a Biden mais de 80 milhões de votos nas eleições de novembro, contra os cerca de 74 milhões de votos conquistados por Trump.

Trump discursa esta quarta-feira perante apoiantes em Washington

O Presidente cessante dos Estados Unidos da América, Donald Trump, confirmou que estará presente num comício dos seus apoiantes a realizar esta quarta-feira em Washington, ação que coincide com a certificação, pelo Congresso, do resultado das eleições presidenciais.

"Falarei amanhã [quarta-feira] no comício 'Salvar a América'", escreveu, na noite de terça-feira, o chefe de Estado norte-americano na plataforma social Twitter, apontando que fará uma intervenção às 11:00 locais (16:00 em Lisboa) na Eclipse, uma esplanada a sul da Casa Branca.

"Cheguem cedo, as portas abrem-se às 07:00 [12:00 em Lisboa]. Enormes multidões", acrescentou.

Dois meses depois das eleições de novembro, em que Joe Biden recolheu a maioria dos votos do Colégio Eleitoral, Trump ainda não reconheceu a vitória do candidato democrata, evocando fraudes que nunca sustentou.