Presidenciais

Presidente da República testa positivo à covid-19

Marcelo Rebelo de Sousa teve um teste positivo de diagnóstico ao novo coronavírus, mas está assintomático, e cancelou toda a agenda para os próximos dias.

"Tendo o Presidente da República testado negativo ontem, e apesar do teste antigénio de hoje ser negativo, soube-se agora, às 21h40, que o teste PCR deu positivo", lê-se num comunicado no site da Presidência.

O Presidente da República, que está assintomático, comunicou ao presidente da Assembleia da República, ao primeiro-ministro e à ministra da Saúde e, encontrando-se a trabalhar em Belém, aí ficou e ficará em isolamento profilático na zona residencial, aguardando o inquérito epidemiológico, de acordo com a nota publicada.

Marcelo Rebelo de Sousa "cancelou toda a agenda para os próximos dias, a começar com sessão com os peritos no Infarmed e a audição dos Partidos Políticos previstas para amanhã".

Presidente da República aguarda resultado de novo teste

Marcelo Rebelo de Sousa respondeu entretanto a um inquérito epidemiológico e realizou novo teste de diagnóstico, aguardando o resultado dentro de horas.


"O Presidente da República já respondeu ao inquérito epidemiológico do Delegado de Saúde e fez um novo teste PCR, realizado pelo INEM, cujo resultado deverá ser conhecido dentro de algumas horas", lê-se numa nota divulgada no portal da Presidência da República na Internet.

Primeiro-ministro telefonou ao Presidente

O primeiro-ministro desejou "rápida e completa recuperação" ao Presidente da República, adiantando que falou com o chefe de Estado ao telefone e que manterá com ele "contacto permanente".

"Tomei conhecimento do teste covid-19 positivo do Presidente da República. Já falámos ao telefone esta noite, pois quis inteirar-me do seu estado de saúde. Manteremos o contacto permanente e desejo-lhe votos sinceros de rápida e completa recuperação", escreveu António Costa na sua conta pessoal na rede social Twitter.

Marisa Matias já contactou Marcelo

A candidata a Belém nas eleições Presidenciais Marisa Matias lamenta que o Presidente tenha testado positivo à Covid-19. "Desejo-lhe as melhoras e faço votos de rápida recuperação, publicou nas redes sociais.

Ana Gomes deseja "um rápido e franco restabelecimento" do Presidente

A candidata presidencial Ana Gomes desejou ao Presidente da República "um rápido e franco restabelecimento" e que continue sem sintomas.


"Acabo de saber que o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa está com covid. Desejo a continuação de falta de sintomas e rápido e franco restabelecimento", escreveu Ana Gomes numa publicação na sua conta na rede social Twitter.

Ventura cancela todas as ações de campanha e fica em isolamento

O candidato presidencial do Chega decidiu colocar-se "em isolamento profilático por segurança", após ter estado num debate televisivo com o chefe de Estado e recandidato, Marcelo Rebelo de Sousa.


"No seguimento das notícias do teste positivo de Marcelo Rebelo de Sousa e após o contacto mantido com este, decidi ficar em isolamento profilático e entrar em contacto imediato com as autoridades de saúde para a realização do teste covid-19, cancelando todas as iniciativas até ter resultado do teste ou indicação contrária da Direção-Geral da Saúde", afirmou.

João Ferreira "tranquilo" com teste positivo de Marcelo diz aguardar indicações

O candidato presidencial João Ferreira disse estar "tranquilo" relativamente ao facto de Marcelo Rebelo de Sousa ter tido um resultado positivo num teste à covid-19, acrescentando que vai aguardar por indicações das autoridades de saúde.

"Estou tranquilo e farei aquilo que me recomendarem as autoridades de saúde. Neste momento estou absolutamente tranquilo", disse o candidato aos jornalistas à margem de uma ação na Padaria do Povo, em Lisboa.

Tiago Mayan Gonçalves deseja rápida e forte recuperação a Marcelo Rebelo de Sousa

Tiago Mayan Gonçalves, apoiado pela Iniciativa Liberal (IL) nas Presidenciais, desejou uma rápida e forte recuperação ao Presidente da República, que teve um teste positivo ao novo coronavírus.


"Espero que Marcelo Rebelo de Sousa não venha a desenvolver quaisquer sintomas, desejando-lhe uma rápida e forte recuperação", afirmou Tiago Mayan Gonçalves, numa publicação no Twitter.

Vitorino Silva vai aguardar para saber se é contacto de risco

O candidato presidencial Vitorino Silva disse à agência Lusa que vai aguardar pelo contacto das autoridades sanitárias para saber se é um contacto de risco, depois de se saber que o Presidente da República está infetado com o novo coronavírus.

"Vou aguardar pelo contacto da Direção-Geral da Saúde (DGS). Estou bem. Estou tranquilo", disse Vitorino Silva.

Clara de Sousa em isolamento até ser testada

Tendo tido conhecimento do teste positivo do Presidente Marcelo Rebelo de Sousa, e apesar de achar que - tendo em conta os dados disponíveis - é altamente improvável que possa ter havido alguma transmissão no estúdio da SIC no dia 6 de janeiro, a jornalista Clara de Sousa está em isolamento até ser testada.

O teste deverá ser feito na próxima quarta-feira.

"A campanha pode em teoria acabar"

Ricardo Costa considerou que "os candidatos vão ficar nas mãos da Direção-Geral da Saúde", porque o Presidente da República esteve em contacto com todos nos debates televisivos.

Em análise na SIC Notícias fala em "efeito em cadeia", recordado alguns dos debates e encontros que Marcelo Rebelo de Sousa teve durante os últimos dias.

"Todos os contactos próximos do senhor Presidente deverão ficar em isolamento"

O presidente da Associação Nacional de Médico de Saúde Pública explica, em entrevista à SIC Notícias, que todas as pessoas que sejam consideradas contacto de alto risco deverão cumprir um isolamento de 14 dias.

Chefes de Estado e de Governo que contraíram o novo coronavírus nos últimos meses


- Emmanuel Mácron: o Presidente francês foi infetado em dezembro com covid-19, após ter apresentado "sintomas da doença". Macron recebeu o diagnóstico dia 17 de dezembro, um dia depois de uma reunião presencial, em Paris, com o chefe do Governo português, António Costa, que ficou em isolamento profilático por 14 dias, mas não chegou a contrair o vírus.

- Donald Trump: O Presidente dos Estados Unidos anunciou a 02 de outubro ter tido um teste positivo para o novo coronavírus, assim como a mulher, Melania. Após um teste negativo ao fim de dez dias, Trump retomou a sua campanha presidencial, considerando-se "imunizado" contra a covid-19.

- Jair Bolsonaro: Entre as personalidades políticas que testaram positivo para o novo coronavírus está também o Presidente do Brasil, que anunciou estar infetado em 07 de julho. Bolsonaro sempre minimizou a gravidade da pandemia, não usou máscara em várias ocasiões, mesmo quando já estava infetado.

- Boris Johnson: O primeiro-ministro foi infetado no final de março. Depois de uma semana nos cuidados intensivos e duas semanas de recuperação, o primeiro-ministro britânico voltou ao trabalho no final de abril.

- O primeiro-ministro eslovaco, Igor Matovic, anunciou em 18 de dezembro estar infetado, uma semana após uma cimeira da União Europeia em Bruxelas em que participara Emmanuel Macron, cuja contaminação fora anunciada na véspera.

- Sílvio Berlusconi: O ex-chefe de Governo italiano foi hospitalizado durante 10 dias no início de setembro.

- Ambrose Dlamini: Primeiro-ministro de Eswatini (ex-Suazilândia), de 52 anos, foi o primeiro chefe de governo a morrer de covid-19.
Foi hospitalizado na África do Sul no dia 01 de dezembro, mais de duas semanas após o diagnóstico positivo, e morreu alguns dias depois.

- Giscard d'Estaing: O ex-Presidente francês morreu em 02 de dezembro, aos 94 anos, em consequência da covid-19.

- O Presidente do Burundi, Pierre Buyoya, morreu a 17 de dezembro em Paris aos 71 anos, vítima de covid-19.

- Mikhail Mishustin: O primeiro-ministro russo, de 54 anos, anunciou, a 30 de abril, que testara positivo para o coronavírus, o que lançou o alarme no Governo e motivou uma proteção especial do Presidente, Vladimir Putin.

- Nuno Gomes Nabiam: O primeiro-ministro da Guiné-Bissau anunciou no final de abril que estava infetado.

- Michel Barnier e David Frost: Diagnosticado em 19 de março, o principal negociador da União Europeia para o 'Brexit' retomou os trabalhos em meados de abril. O seu homólogo britânico, David Frost, também esteve infetado pelo novo coronavírus.

- Alberto II do Mónaco: O chefe de Estado do principado, de 62 anos, anunciou em março que estava infetado e cumpriu uma rigorosa quarentena, tendo superado a doença no último dia desse mês.

- Carlos de Inglaterra: O herdeiro da coroa britânica, de 71 anos, foi infetado a 25 de março, em pleno pico da pandemia.

- Nikol Pachinian: O primeiro-ministro arménio anunciou estar infetado em 01 de junho.

- Jeanine Añez: A Presidente interina da Bolívia recebeu um teste a confirmar estar doente e mais de um terço do seu governo foi infetado.

- Alejandro Giammatei: O Presidente da Guatemala anunciou que foi infetado em 18 de setembro.

- Avdullah Hoti: O primeiro-ministro do Kosovo foi infetado no início de agosto.

Veja também:

"O meu tempo de antena foram 5 anos"

"Estarei presente na medida daquilo em que os portugueses podem estar presentes"