Presidenciais

“Dei o melhor de mim, mas o resultado não é o que eu desejava”

Marisa Matias já discursou. A candidata sofre uma pesada derrota nestas eleições Presidenciais.

A candidata apoiada pelo Bloco de Esquerda, Marisa Matias, disputa este domingo o quarto lugar nas eleições Presidenciais com João Ferreira, candidato do PCP. A candidata deverá sofrer uma pesada derrota, com os últimos resultados a apontarem para 3,9% dos votos, uma descida acentuada face às últimas Presidenciais.

Em reação, a candidata bloquista começa por informar que já felicitou Marcelo Rebelo de Sousa pela vitória à primeira volta, e que falou também com Ana Gomes, elogiando a “frontalidade e solidariedade” da adversária “acima das aldrabices e ódio de André Ventura”.

Sobre o seu resultado, diz que ficou aquém do esperado e que não é “o resultado que desejava”. Mantém a intenção de continuar com as lutas por um país solidário, que defenda a democracia e que não aceite “crise e divisão como política”.

Sobre os resultados do candidato André Ventura, apoiado pelo partido Chega, Marisa Matias afirma-se preocupada com o que classifica como uma reconfiguração de direita.

Por fim, a candidata agradece aos eleitores e compromete-se a continuar com o legado do movimento #VermelhoEmBelém por “cada mulher, menina e homem” no combate ao fim da violência contra as mulheres.

AS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS AO MINUTO

AS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS EM DIRETO

  • O exemplo inglês 

    Opinião

    Na década de oitenta, as tragédias de Heysel Park primeiro e de Hillsborough depois, atiraram a credibilidade do futebol inglês para a sarjeta.

    Duarte Gomes