Esquecidos

Síria: um país destruído

Em 2011, os sírios saem à rua a exigir reformas democráticas. Em resposta, a violência policial e militar provoca centenas de mortos e milhares de feridos. Os sírios começam a fugir para outras partes do país ou para os países vizinhos. O conflito evolui para uma guerra. O número de mortos e feridos aumenta drasticamente. As imagens do vídeo podem chocar os mais sensíveis.

Uma década depois, o conflito na Síria não chegou ao fim e a população continua a sofrer. Quase 12 milhões estão deslocados dentro ou fora da Síria. Cerca de 5,6 milhões estão espalhados pelo mundo, a maioria na Turquia, Líbano, Jordânia, Iraque e Egito.

Mais de 6,2 milhões de pessoas estão deslocadas internamente, a maioria a viver em condições muito precárias.

Praticamente 60% da população está em situação de insegurança alimentar.

A crise económica, a perda de emprego devido à covid-19 e o disparar dos preços dos alimentos aumentam o sofrimento da população síria, sujeita a deslocações repetidas e a um enorme desgaste por uma década de guerra.

Veja também: