Football Leaks

Rui Pinto já chegou a Portugal

Rui Pinto afirma que não se arrepende do que fez e que agiu apenas pelo interesse público.

O pirata informático português Rui Pinto chegou esta quinta-feira a Portugal, depois de ter recebido ordem de extradição por parte de um tribunal húngaro.

O jornalista da SIC, André Palma, captou imagens de Rui Pinto no aeroporto de Budapeste, momentos antes de o pirata informático embarcar num avião comercial da TAP com destino a Lisboa.

Assim que aterrar, o hacker implicado no caso Football Leaks será levado pela Polícia Judiciária até ao estabelecimento prisional anexo à sede da PJ, onde ficará até pelo menos sexta-feira à espera de ser ouvido pelo juiz de instrução, que decidirá as medidas de coação.

O único colaborador assumido do Football Leaks é aguardado para responder por seis crimes. Está indiciado pelo Ministério Público de dois crimes de acesso ilegítimo, dois de violação de segredo, um de ofensa coletiva e outro de tentativa de extorsão.

É suspeito de tentar extorquir e chantagear vários clubes e, quando estes não lhe pagavam, publicaria documentos comprometedores através da página Football Leaks.

"Não me arrependo de nada, fiz o que tinha a fazer"

A 5 de março, no dia em que a extradição para Portugal foi decidida, Rui Pinto disse que não se arrependia do que tinha feito e que agiu apenas pelo interesse público.

Mas antes da decisão, Rui Pinto pôs em causa a parcialidade da justiça portuguesa em relação ao futebol e defendeu que não seria julgado de forma justa em Portugal.

E quando questionado pela juíza que iria decidir o processo de extradição, o pirata informático pediu que não fosse enviado para Portugal, argumentando que era uma "questão de vida ou morte".

A primeira entrevista depois de ser detido

Na primeira entrevista desde que tinha sido detido, Rui Pinto falou ao Der Spiegel sobre o caso Doyen, o Benfica e Cristiano Ronaldo. O português negou ter chantageado a Doyen Sports e cometido algum crime.

Perante os muitos documentos que tinha sobre o Benfica, foram-lhe feitas propostas para vender a informação.

"Uma vez recebi um email anónimo a oferecer-me mais de 500 mil euros. Recusei (as propostas) todas."

Rui Pinto assumiu-se ainda como um grande fã de Cristiano Ronaldo, mas alertou para o seu "comportamento fora do campo" e que este devia ser julgado judicialmente.

Mas quem é Rui Pinto?

Cresceu em Vila Nova de Gaia e, aos quatro anos, já conseguia ler e escrever. Quem o conhece, fala de um jovem com capacidades acima da média, que fala cinco línguas e está a aprender outas duas, entra as quais russo.

É adepto do FC Porto e estudou História na Faculdade de Letras, da Universidade do Porto.

"Rui Pinto pode ter feito um tremendo serviço à comunidade"

A eurodeputada Ana Gomes falou várias vezes sobre a detenção de Rui Pinto. No habitual espaço de opinião, na SIC Notícias, a comentadora defendeu que o alegado pirata informático pode ter feito um importante serviço à comunidade ao denunciar alegados esquemas de corrupção no futebol.

E, na passada semana, a eurodeputada defendeu também a necessidade de proteger denunciantes de casos de corrupção e de evasão fiscal na União Europeia, como o do hacker.

“Fazer do Rui Pinto um ponta-de-lança do FC Porto é uma mistificação”

Rui Santos acredita que “o futebol em Portugal precisa de ser investigado com seriedade" e, por isso, disse que Rui Pinto levanta questões muito importantes. O comentador da SIC afirmou ainda que é importante não tornar este num assunto entre clubes.

Reportagem Especial recorda a história de Rui Pinto

Rui Pinto foi obrigado a regressar a casa para enfrentar a justiça portuguesa, no momento em que colaborava com Bélgica e França no combate a diversos crimes no universo do futebol. Estará a justiça portuguesa e europeia pronta a colaborar na investigação ao Football Leaks?

Veja a Reportagem Especial hoje no Jornal da Noite da SIC.

  • “Entregues à Sorte” – Quarto episódio
    27:01