Football Leaks

Rui Pinto fica em prisão preventiva

RODRIGO ANTUNES

Medidas de coação foram conhecidas esta noite.

O tribunal aplicou a medida de coação mais gravosa prevista na lei ao arguido, de 30 anos, que foi detido na Hungria e chegou a Portugal na quinta-feira, com base num mandado de detenção europeu emitido pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).

Na base do mandado estão acessos aos sistemas informáticos do Sporting e do fundo de investimento Doyen Sports e posterior divulgação de documentos confidenciais, como contratos de futebolistas do clube lisboeta e do então treinador Jorge Jesus, além de outros contratos celebrados entre a Doyen e vários clubes de futebol.

QUEM É RUI PINTO?

O homem que chegou esta quinta-feira a Portugal usa o nome "John" na internet e foi responsável pela divulgação de mais de 70 milhões de documentos confidenciais nos últimos três anos:

INQUÉRITOS A SUSPEITAS DE CRIMES FISCAIS NO FUTEBOL PORTUGUÊS

Também hoje, a Procuradoria-Geral da República confirmou à SIC a existência de inquéritos, que estão a ser investigados no Departamenteo Central de Investigação e Ação do Ministério Público, relacionados com suspeitas de crimes fiscais cometidos no futebol português.

A SIC sabe que Rui Pinto terá sido contactado por inspectores da Autoridade Tributária que estão a colaborar com procuradores do DCIAP. O primeiro contacto terá ocorrido antes do hacker ter sido detido na Hungria, a 16 de janeiro.

A EVOLUÇÃO DO PROCESSO FOOTBALL LEAKS

O caso Rui Pinto é um desafio para a Justiça europeia. O único denunciante conhecido do Football Leaks foi extraditado para Portugal numa altura em que colaborava com vários países europeus, no combate à corrupção no seio da União Europeia:

  • E Se Fosse Consigo? A pobreza e a exclusão social
    34:51