George Floyd

Autarca de Londres admite retirar todas as estátuas alusivas à escravatura

A decisão acontece depois de, no último fim de semana, a estátua do comerciante de escravos Edward Colston ter sido derrubada e atirada ao rio.

O presidente da Câmara de Londres admitiu retirar da cidade todos os marcos que façam alusão à escravatura, uma vez que, no último fim de semana, uma estátua do comerciante de escravos do século XVII Edward Colston foi derrubada por manifestantes na cidade inglesa de Bristol, numa ação de protesto contra o racismo no Reino Unido.

Os manifestantes desta localidade no sudoeste de Inglaterra derrubaram este monumento de bronze, erguido em 1895 no centro da cidade, e levaram-no pelas ruas até ao porto.

A estátua de Edward Colston (1636-1721), um benfeitor da cidade que obteve a sua riqueza com o comércio e a exploração de escravos, já tinha sido objeto de controvérsia anteriormente, tendo um cidadão já pedido a sua remoção.