Guerra Rússia-Ucrânia

Zelensky promete responder a bombardeamento perto da central nuclear de Zaporíjia

Loading...
Ucrânia acusa a Rússia de ter causado a morte de pelo menos 14 civis que se encontravam no local das explosões.

Volodymyr Zelensky promete uma resposta das Forças Militares e da Justiça aos últimos bombardeamentos perto da central nuclear de Zaporíjia.

As Forças Armadas da Ucrânia, os serviços de informações e as autoridades em geral não deixarão o bombardeamento russo de hoje [quarta-feira] a Dnipropetrovsk sem resposta.

A Ucrânia acusa a Rússia de ter causado a morte de pelo menos 14 civis que se encontravam na quarta-feira no local das explosões.

A central nuclear de Zaporijia, no sudeste na Ucrânia, tem motivado acusações mútuas entre Moscovo e Kiev, cada um afirmando que o lado opositor bombardeou as instalações nucleares na semana passada, sem que nenhuma fonte independente pudesse confirmar.

Na terça-feira à noite, o operador ucraniano, Energoatom, alegou que as forças russas estavam a preparar a ligação da central à Crimeia, uma península ucraniana anexada por Moscovo em 2014, e estavam a danificá-la ao realizar esta reorientação da produção de eletricidade.

Na habitual declaração diária, o Presidente da Ucrânia diz também que quase 43.000 militares russos já morreram no conflito.

Últimas Notícias
Mais Vistos