Guerra Rússia-Ucrânia

"Invasores russos" de Zaporijia estão a pôr "em perigo" toda a Europa

"Invasores russos" de Zaporijia estão a pôr "em perigo" toda a Europa
Future Publishing/Getty Imagens
O aviso foi feito pelo ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba.

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, acusou este domingo os "invasores russos" de "colocarem em perigo todo o continente" com a ocupação da central nuclear de Zaporijia e instou a Rússia a retirar as suas tropas.

As tropas russas converteram Zaporijia "numa base militar", afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros, através da sua conta na rede social Twitter, onde insistiu que os soldados "invasores" não têm nada para fazer nesse local, pelo que deveriam sair do complexo nuclear.

A segurança nuclear "é tarefa prioritária para a Ucrânia", assegurou Kuleba, citado pela Efe, ao recordar o "passado trágico" do seu país, em alusão ao acidente na central de Chernobil.

A atual ocupação militar "coloca em perigo todo o continente", insistiu, em relação aos ataques que ocorrem na região, dos quais Kiev acusa Moscovo.

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, desafiou a Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) a enviar uma missão à central nuclear, a maior da Europa. O diretor-geral daquele organismo, o argentino Rafael Grossi, afirmou, na última quinta-feira durante uma visita a Paris, que tal pode acontecer "nos próximos dias".

A central nuclear ligou-se de novo à rede elétrica ucraniana na passada sexta-feira, um dia após ter sido totalmente desativada, depois de um incêndio no espaço, pela primeira vez na história do complexo, inaugurado em 1985.

Últimas Notícias
Mais Vistos