Guerra Rússia-Ucrânia

Borrell alerta para redução dos arsenais na UE com entrega de armas à Ucrânia

Borrell alerta para redução dos arsenais na UE com entrega de armas à Ucrânia
OLIVIER HOSLET
Alto Representante da UE para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança reforça que tem de haver uma reposição.

O chefe da diplomacia da União Europeia (UE) alertou para a redução dos arsenais dos Estados-membros do bloco comunitário com a entrega de armas e munições à Ucrânia, para responder à invasão russa, apelando a uma maior coordenação.

"As reservas militares de muitos Estados-membros foram, não diria esgotadas, mas fortemente reduzidas porque temos estado a fornecer muita capacidade [militar] aos ucranianos", disse Josep Borrell, numa intervenção feita 'online' num debate com legisladores europeus, em Praga, na República Checa.

"Têm de ser repostas e a melhor maneira é ser feito conjuntamente -- e a mais barata", salientou o Alto Representante da UE para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, reforçando que se os Estados-membros aumentarem a sua capacidade militar todos do mesmo modo, "o resultado será um enorme desperdício de dinheiro porque não há maneira de cancelar as duplicações - e há muitas - nem de resolver as faltas".

Últimas Notícias
Mais Vistos