Guerra Rússia-Ucrânia

Comissário mostra vala comum de jovem família na Ucrânia

Loading...
Sepultura foi encontrada em Izium, no mesmo local onde foram enterrados mais de 400 corpos.

O comissários dos direitos humanos ucraniano, Dmytro Lubinets, partilhou um vídeo esta sexta-feira onde aparece a mostrar um vala comum, localizada em Izium, na Ucrânia, onde está sepultada uma família. Afirma ainda que, segundo relatos de alguns residentes na localidade, as vítimas morreram na sequência de um ataque aéreo russo.

Foi através da rede social Telegram que o comissário ucraniano partilhou o impactante vídeo. Nele é possível ver a sepultura comum de pessoas pertencentes ao mesmo agregado familiar. Um pai nascido em 1988, uma mãe nascida em 1991, uma filha em 2016, juntamente com os avós são as pessoas que Lubinet diz estarem enterradas naquele local.

Segundo as declarações de Dmytro Lubinets, vários populares afirmam que a jovem família foi vítima de um ataque aéreo levado a cabo pelo exército russo.

Encontrada vala comum com 440 corpos

Ainda no mesmo local, que foi reconquistado há dois dias pelas forças ucranianas, vários corpos foram encontrados numa vala comum com cordas no pescoço e nas mãos. As autoridades entretanto já iniciaram os processos de retirada e identificação dos cadáveres. As mesmas entidades ucranianas afirmam ter encontrado na totalidade 440 corpos, maioritariamente de civis.

Esta é já a maior vala comum encontrada na Europa desde a Guerra dos Balcãs, e para as forças de Kiev, esta descoberta é mais uma prova das tantas atrocidades cometidas pelos russos ao longo do conflito, que se arrasta há vários meses.

A Rússia já reagiu às acusações, e atira as culpas para o Governo de Kiev, afirmando que foi o exército ucraniano a matar deliberadamente os civis, de forma a incriminar o Kremlin.

Últimas Notícias