Guerra Rússia-Ucrânia

Facadas e choques elétricos: relatos dos prisioneiros de guerra ucranianos

Loading...

Mais de 200 soldados ucranianos foram libertados na semana passada, depois de terem passado vários meses em cativeiro.

Começa agora a ser percetível o pesadelo pelo qual passaram durante meses sob cativeiro russo.

MyKhailo Dianov, um dos rostos da resistência ucraniana, faz parte da extensa lista de soldados que passaram vários meses em cativeiro. Encontra-se agora internado em estado grave, com previsão de um internamento prolongado.

Para já, os médicos responsáveis pelo tratamento de Dianov não adiantam uma data para a realização de uma cirurgia, e deixam claro que o combatente tem de ganhar peso primeiro.

Além deste exemplo, Shaun Pinner também foi libertado na passada quarta-feira. O soldado que lutou pelo exército ucraniano tem nacionalidade britânica e confessou que foi alvo de tortura. O combatente diz ter sofrido regularmente facadas e choques elétricos.

Durante os longos seis meses de cativeiro, Pinner diz que muitas vezes foi forçado a ouvir música dos ABBA durante 24 horas, em repetição constante. Como alimentação, descreve que lhe era dado pão seco e água suja para beber.

Últimas Notícias
Mais Vistos