Guerra Rússia-Ucrânia

Na última semana entraram 66 mil cidadãos russos na UE

Na última semana entraram 66 mil cidadãos russos na UE
LEHTIKUVA

Situação acentuou-se depois de Vladimir Putin anunciar a mobilização de 300 mil reservistas.

O número de russos que estão a entrar na Europa aumentou 30% na última semana. Nesse período saíram da Rússia rumo a outros países europeus 66 mil cidadãos, segundo dados avançados pela agência de fronteiras da União Europeia (Frontex).

Na passada semana Vladimir Putin anunciou a mobilização de 300 mil reservistas russos, o fez com que milhares de homens em idade de combate saíssem do país, de modo a não serem chamados para combater na Ucrânia.

Entretanto já foi aprovada uma nova lei russa que prevê uma pena de prisão até dez anos para os cidadãos que se recusem a combater, que desertem do país e que sejam capturados pelas forças ucranianas.

Os principais países escolhidos pelos cidadãos russos que decidem abandonar a nação são os Estados europeus que fazem fronteira com a Rússia. Só à Finlândia chegaram mais de 30 mil russos, apenas nos últimos quatro dias.

A agência de fronteiras da União Europeia prevê que os números possam aumentar se a Rússia decidir fechar as fronteiras ou impor a lei marcial no país.

Últimas Notícias
Mais Vistos