Guerra Rússia-Ucrânia

Fugas de gás em gasodutos: estamos a assistir ao fecho da torneira por parte de Putin?

Opinião

Loading...
O comentador Germano Almeida debruça-se sobre as fugas de gás nos gasodutos Nord Stream e analisa a anexação russa de territórios ucranianos.

A Suécia anuncia uma nova fuga de gás nos gasodutos do Nord Stream no Báltico. Com este incidente a repetir-se em menos de uma semana, os especialistas acreditam que é possível que o acesso a estes gasodutos seja interrompido para sempre. O comentador da SIC, Germano Almeida defende que “podemos estar a assistir ao fecho da torneira por parte de Putin”.

No mar Báltico são verificadas quatro fugas de gás, duas na zona da Suécia e outras duas na Dinamarca. Estima-se que os gasodutos danificados já perderam mais de metade do gás, que terá sido libertado para a atmosfera.

O que recentemente foi anunciado como receio está agora a acontecer, Nord Stream poderá ficar inutilizado, indica o comentador da SIC.

Se estas quatro fugas não forem reparadas, grandes quantidades de água salgada vão entrar nas estruturas e corroê-las, entende Germano Almeida.

A teoria de sabotagem adensa-se, mas o porta-voz do Kremlin entende que se tratam de “teorias da conspiração” do Ocidente e que estes incidentes também afetam a Rússia.

Na sexta-feira está marcada uma reunião do Conselho de Segurança da ONU para apurar o que originou estas fugas de gás, com a presença de representantes da Suécia e da Dinamarca. Nesse mesmo dia, Putin vai discursar sobre a anexação de territórios ucranianos, o que vai resultar no agravamento das relações entre a Rússia e o Ocidente, considera Germano Almeida.

Últimas Notícias
Mais Vistos