Guerra Rússia-Ucrânia

Putin assina decreto que simplifica processo de atribuição de cidadania a estrangeiros

Putin assina decreto que simplifica processo de atribuição de cidadania a estrangeiros
GAVRIIL GRIGOROV

O decreto entra em vigor de imediato e é válido por um ano.

A Rússia vai facilitar o acesso à nacionalidade russa para estrangeiros que assinem um contrato com as Forças Armadas, através de um decreto assinado esta sexta-feira pelo Presidente, Vladimir Putin.

"Cidadãos estrangeiros ou apátridas que assinem um contrato de serviço nas Forças Armadas Russas (...), por pelo menos um ano, e participem (ou tenham participado) em operações militares por pelo menos seis meses" podem beneficiar de um procedimento simplificado para obter um passaporte russo, de acordo com o decreto.

Além disso, mulheres, pais e filhos de quem morre no cumprimento de serviço militar podem solicitar a nacionalidade, através de um outro procedimento simplificado, de acordo com a agência de notícias Interfax.

As candidaturas serão processadas num prazo não superior a três meses, a contar da data de apresentação dos documentos necessários, conforme consta do decreto, que entra em vigor a partir do momento da sua assinatura, e procura dar resposta às necessidades militares perante a atual invasão da Ucrânia.

Últimas Notícias
Mais Vistos