Guerra Rússia-Ucrânia

Secretário-geral da NATO reafirma apoios à Ucrânia

Loading...

O secretário-geral da NATO assume que a Rússia deve continuar a atacar as infraestruturas de energia da Ucrânia.

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, promete que o apoio à Ucrânia vai continuar. A garantia foi deixada no arranque da reunião dos Ministros dos Negócios Estrangeiros da Aliança Atlântica.

Com o inverno a aproximar-se, a Rússia mantém os ataques a infraestruturas críticas. Muitos ucranianos que vivem na região de Donetsk ficaram com as casas destruídas dos misseis russos, entre eles Viktor e Ludmila que vivem na cave da sua casa há meses. O casal de ucranianos não tem luz, água nem gás, o casal e os vizinhos preparam-se para o duro inverno.

A região de Donetsk, no Donbass, mantém-se como uma das prioridades das tropas russas. A Ucrânia denuncia fortes bombardeamentos na região e também em Kherson.

Como consequência, o secretário geral da NATO acusa a Rússia de usar o “inverno como uma arma” contra a Ucrânia ao bombardear infraestruturas essenciais.

Os Ministros dos Negócios Estrangeiros da Aliança Atlântica reuniram-se na Roménia para reiterar o apoio a Kiev. Um apoio que deve passar pelo envio de novos sistemas de defesa antiaérea e munições, também por equipamento que garanta mais aquecimento para os ucranianos.

Sobre a eventual adesão da Ucrânia à NATO, o secretário-geral reafirmou que as portas da aliança estão abertas para o país.

Últimas Notícias
Mais Vistos