Jerónimo de Sousa

Jerónimo de Sousa critica “direita maquilhada a querer mostrar moderação”

27.01.2022 09:35

O secretário-geral do Partido Comunista Português (PCP), Jerónimo de Sousa (D), acompanhado pelo líder da bancada parlamentar do PCP, João Oliveira, durante um comício da CDU no Teatro Garcia de Resende, no âmbito da campanha eleitoral para as legislativas do próximo domingo, dia 30 de janeiro, Évora, 26 de janeiro de 2022. A 30 de janeiro mais de 10 milhões de eleitores residentes em Portugal e no estrangeiro constam dos cadernos eleitorais para a escolha dos 230 deputados à Assembleia da República. NUNO VEIGA/LUSA

O 11º dia de campanha terminou no distrito de Évora.

O secretário-geral do PCP voltou à campanha da CDU a criticar a direita e a dizer que o PS disfarça mal a tentação de se coligar ao PSD. O 11º dia de campanha terminou no distrito de Évora.

Jerónimo de Sousa entrou na campanha na rua e assim continuou até ao primeiro comício, em Évora.

Ao lado do cabeça de lista por Évora, que também é líder do grupo parlamentar do PCP, Jerónimo de Sousa atacou a direita e deixou a porta aberta aos socialistas.

“Acho que António Costa percebeu que esse objetivo [maioria absoluta] estava um pouco longínquo e, esta é que é a nota de preocupação, teve logo tendência para conversa de promessas e de trocas de apoios que não vão resolver o problema, antes pelo contrário. Cabe-nos agora a nós mostrar a inutilidade desse objetivo”.

Ao lado do secretário-geral esteve João Oliveira que andou semana e meia a falar para o país. Falou agora para o distrito, mas não se esqueceu de criticar socialistas e bloquistas.

SAIBA MAIS

Últimas Notícias