Luanda Leaks

Isabel dos Santos está a ser pressionada para sair do EuroBic

TIAGO PETINGA

Banco de Portugal criou um grupo de trabalho para avaliar a situação do banco, depois de revelada a investigação Luanda Leaks.

Isabel dos Santos está a ser pressionada para sair do EuroBic, antigo BPN, do qual detém mais de 40% do capital.

O Banco de Portugal quer a alteração da estrutura acionista do banco. Na prática, quer que os restantes acionistas afastem a empresária angolana.

A SIC sabe que, depois de revelada a investigação Luanda Leaks, o supervisor bancário criou um grupo de trabalho para avaliar a situação do EuroBic. Aliás, o Banco de Portugal já pediu ao banco mais informações sobre as transferências para o Dubai, com dinheiro da Sonangol.

Mais informação sobre o Luanda Leaks aqui.

Em causa está a Luanda Leaks, a maior investigação jornalística alguma vez feita aos negócios da empresária angolana Isabel dos Santos. Mais de 715 mil documentos foram analisados por 120 jornalistas dos maiores órgãos de comunicação social de todo o mundo começaram a ser divulgados.

O Expresso e a SIC associaram-se a este consórcio internacional e revelam como a filha do antigo Presidente de Angola fez chegar pelo menos 115 milhões de dólares dos cofres da Sonangol a uma sociedade do Dubai, controlada por pessoas próximas. Todas elas portuguesas.

Isabel dos Santos diz que está a ser alvo de perseguição e de racismo

Empresária angolana multiplicou-se em reações à investigação Luanda Leaks na rede social Twitter.

O impacto das primeiras revelações da Luanda Leaks

Fórum Económico Mundial de Davos e PriceWaterHouse Coopers cortaram relações com Isabel dos Santos.

Luanda Leaks: a investigação na íntegra