Operação Miríade

Operação Miríade: audições no Parlamento serão à porta aberta

Ministro da Defesa, Chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas e Chefe de Estado-Maior do Exército serão ouvidos na sexta-feira, no Parlamento, no âmbito da alegada rede de tráfico de drogas, ouro e diamantes.

O ministro da Defesa, o Chefe de Estado Maior General das Forças Armadas e o Chefe de Estado Maior do Exército serão ouvidos esta sexta-feira no Parlamento, onde darão explicações sobre o caso que envolve militares das Forças Armadas numa alegada rede de tráfico de drogas, ouro e diamantes.

PSD e Bloco de Esquerda conseguiram aprovar as audições com caráter de urgência ao ministro da Defesa, ao Chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas e ao Chefe de Estado-Maior do Exército.

Como é que os militares escaparam ao controlo, o que foi feito para evitar que o caso se repita e por que é que o Presidente da República não foi informado serão algumas das perguntas feitas pelos partidos.

Em causa, está o alegado envolvimento de militares das Forças Armadas numa rede de tráfico a operar na República Centro-Africana.

A audição será à porta aberta.

Saiba mais