Operação Marquês

A Operação Marquês é um processo complexo, com 28 arguidos, 19 singulares e 9 empresas, acusados de 189 crimes. O ex-primeiro ministro José Sócrates está acusado, desde 2017, de 31 crimes de corrupção passiva, branqueamento de capitais, falsificação de documentos e fraude fiscal. Acusados no processo estão também Ricardo Salgado, ex-presidente do BES, Joaquim Barroca, ex-administrador do Grupo Lena, Zeinal Bava, ex-presidente executivo da PT, Henrique Granadeiro, ex-gestor da PT e Armando Vara, antigo administrador da Caixa Geral de Depósitos. Outros arguidos constam no processo como, por exemplo, a filha de Vara, o primo, o ex-motorista e a ex-mulher de Sócrates, também acusados pelo Ministério Público.

Últimas