Operação Marquês

"As decisões da Justiça têm que ser entendidas pelo povo. Quando não são, é a Justiça a não funcionar"

Rui Rio reage à decisão instrutória da Operação Marquês.

Rui Rio considera que a decisão instrutória da Operação Marquês é incompreensível para a generalidade das pessoas. O líder do PSD afirmou esta segunda-feira que a justiça não está a funcionar e que, dizer o contrário, é negacionismo.

Numa declaração, sublinhou ainda que é a primeira vez na história do regime que foi afirmado por um juiz que ex-primeiro-ministro foi indicado pela prática de crimes de corrupção que, no entanto, não podem ir a julgamento.

"O povo, esse mesmo que o sistema de justiça convocou para acompanhar a par e passo este processo, é exatamento o mesmo que não entende esta decisão", disse Rui Rio.

O juiz Ivo Rosa decidiu, na passada sexta-feira, que José Sócrates vai a julgamento por três crimes de branqueamento de capitais e outros três por falsificação de documentos. No entanto, o juiz decidiu não pronunciar os três crimes de corrupção imputados pelo Ministério Público ao ex-primeiro-ministro português e fez cair também os de fraude fiscal.