Tragédia em Pedrógão Grande

"Para nós todos os dias são para lembrar e honrar o dia 17 de junho"

"Para nós todos os dias são para lembrar e honrar o dia 17 de junho"

A SIC falou com um dos bombeiros de Castanheira de Pera que sobreviveu à EN 236-1, onde morreram 47 pessoas encurraladas pelo fogo que arrasou Pedrógão Grandes e os concelhos limítrofes

Rui Rosinha foi um dos 253 feridos de Pedrógão Grande.

Fazia parte da equipa dos bombeiros de Castanheira de Pera que ficou encurralado pelo fogo na EN 236-1. Dois anos depois ainda recupera dos ferimentos graves, mas reconhece que "na região a ferida ainda está muito presente e aberta"

  • O fim da era Netanyahu em Israel?
    2:23