Vacinar Portugal

Covid-19. O que deve saber sobre o reagendamento da vacina

A SIC responde às perguntas mais frequentes sobre os reagendamentos.

Existem muitas dúvidas sobre o reagendamento de vacinas. As férias podem dificultar o cumprimento dos agendamentos de vacinação e, por isso, a SIC dá-lhe a resposta para algumas das perguntas mais frequentes sobre os reagendamentos.

Tenho vacina marcada e apanhei covid-19, como devo fazer?

O utente não deve comparecer à vacina nem precisa de informar as autoridades de saúde. O sistema irá identificar automaticamente a pessoa como estando infetadoa.

Tinha vacina marcada, mas não posso ir. Qual o contacto para reagendamento?

Não há forma de reagendar a vacina. Caso se trate da primeira dose, os utentes poderão aguardar que a modalidade “Casa Aberta” chegue à sua faixa etária e, nessa altura, poderá dirigir-se a um centro de vacinação.

Tinha a vacina marcada, mas estou de férias. O que fazer?

Quem falta à toma da segunda dose, não cumprindo o intervalo entre doses recomendado pela Direção-Geral da Saúde (DGS) será chamado em data posterior.

Tinha vacina marcada, recebi um reagendamento. Qual a data que conta?

Conta a data do reagendamento. O utente deve responder SIM à segunda mensagem com a proposta de data alternativa.

Levei a primeira dose da AstraZeneca e não recebi agendamento para a segunda. Posso ir a qualquer hora ao centro de vacinação?

Os utentes que tomaram a primeira dose da vacina da AstraZeneca até dia 16 de maio devem tomar a segunda dose esta semana. Quem tomou a primeira dose entre 17 e 23 de maio deverá levar a segunda a partir de 12 de julho no horário do centro de vacinação.

Qual o horário para vacinação sem marcação, segundo a modalidade “Casa Aberta”?

O horário depende do centro de vacinação e pode ser consultado no site do Ministério da Saúde para a modalidade “Casa Aberta”.

Veja mais: