Vacinar Portugal

Ordem dos Enfermeiros satisfeita com decisão da DGS de não recomendar vacina dos 12 aos 15 anos

Vacinação dos 12 aos 15 anos foi recomendada apenas a quem tem doenças graves.

Sem vacinação, os jovens entre os 12 e os 15 anos terão de continuar a realizar testes para entrar em restaurantes ou espetáculos. A Ordem dos Enfermeiros e a comunidade escolar estão satisfeitas com esta decisão da Direção-Geral da Saúde.

O parecer da DGS aconselha apenas a toma da vacina entre os 12 e os 15 anos para quem tenha doenças pré-existentes. Um parecer que tem em conta a prudência e que vai ao encontro da opinião da Ordem dos Enfermeiros.

O primeiro-ministro chegou a admitir que vacinar jovens entre os 12 e os 15 anos seria uma garantia para começar o ano letivo sem perturbações, mas a comunidade escolar está satisfeita com a decisão da Direção-Geral da Saúde.

Sem vacinação, quem tiver entre 12 e 15 anos terá de continuar a fazer teste para entrar em restaurantes ou espetáculos.