A vacinação em Portugal e no Mundo

Pediatra considera que faltam dados para justificar vacinação de menores de 12 anos contra a covid-19

Entrevista SIC Notícias

Presidente do colégio de pediatria da Ordem dos Médicos diz que há apenas um estudo sobre o assunto.

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) vai emitir hoje a sua decisão sobre administração da vacina contra a covid-19 da BioNTech/Pfizer a crianças dos 5 aos 11 anos, podendo ser a primeira na União Europeia (UE) para esta faixa etária.

O presidente do colégio de pediatria da Ordem dos Médicos. Jorge Amil Dias, considera que os dados disponíveis e ensaios em crianças são insuficientes.

Há mais casos de covid-19 crianças "todavia não aumentou o número de doentes", diz.

"Sobre a transmissibilidade a partir das crianças os dados também são ambíguos", segundo o médico-

SOCIEDADE DE PEDIATRIA DIZ QUE VACINAS SÃO SEGURAS NAS CRIANÇAS

Na terça-feira, a Sociedade Portuguesa de Pediatria considerou que as vacinas contra a covid-19 são seguras no grupo etário dos 5 aos 11 anos, mas defendeu que a decisão de vacinar deve ter em conta outros dados, como a prevalência da infeção nas crianças.

SAIBA MAIS