Educação

“Mais Ajuda” atribui 361 mil euros a projetos educativos

“Mais Ajuda” atribui 361 mil euros a projetos educativos

Cinco IPSS e cinco start-ups vão receber do programa de inovação social do Lidl “Mais Ajuda” mais de 360 mil eros para desenvolver os seus projetos educativos.

O programa ‘Mais Ajuda’ foi lançado para promover a igualdade de oportunidades e a integração social através de programas educativos dirigidos a refugiados e migrantes, antigos prisioneiros, vítimas de violência doméstica e bullying, pessoas com deficiência e ou/necessidades especiais, de todas as faixas etárias. Os vencedores já são conhecidos: cinco IPSS e de cinco start-ups

Desenvolvido pelo Lidl Portugal e pelas rádios Renascença, RFM e Mega Hits, em parceria com a Beta-i, o Programa ‘Mais Ajuda’ somou 361 mil euros para premiar projetos de inovação social

A contribuição dos clientes das lojas Lidl que compraram produtos Deluxe no Natal passado possibilitou que agora cada vencedor receba 36.100 euros. Mas além do apoio monetário podem ainda usufruir de um programa de capacitação colaborativo com especialistas em gestão da consultora Beta-i. Terão também oportunidade de dar a conhecer o seu trabalho através dos vários canais das rádios do Grupo Renascença Multimédia.

A escolha dos projetos vencedores teve em conta fatores como o impacto social do projeto, o seu potencial de crescimento, a maturidade e complementaridade da equipa, o grau de inovação do projeto e a sua viabilidade e sustentabilidade no tempo.

Nesta sua 3ª edição, o Programa ‘Mais Ajuda’ destacou a Educação e Formação como fatores essenciais para  a diminuição de assimetrias sociais, num contexto em que a taxa de risco de pobreza ou exclusão social tende a aumentar. 

Nas suas três edições, o ‘Mais Ajuda’ já entregou um total de 844.000 euros a 26 projetos de inovação social. No primeiro ano, a projetos dirigidos a crianças (150.000 euros), no segundo ano, a idosos (333.000 euros), e este ano à Educação (361.000 euros).

Clique aqui para conhecer outras histórias do projeto Janela de Esperança,  uma iniciativa da SIC Esperança, Fundação Gulbenkian, BPI e Fundação La Caixa.