Educação

“Tamo Junto”, uma plataforma que apoia imigrantes empreendedores

“Tamo Junto”, uma plataforma que apoia imigrantes empreendedores

Apesar das dificuldades, há muitos imigrantes que conseguem criar e consolidar os seus pequenos negócios graças à plataforma “Tamo Junto” que oferece conhecimento e educação gratuita aos microempreendedores.

Esta é a história de Josemeire Carvalho que há 18 anos chegou a Portugal, vinda do Paraná, no Brasil. À procura de uma vida melhor, deixou três filhos do outro lado do Atlântico e desembarcou em Lisboa. Mas a imagem que lhe tinham “vendido” não correspondia à realidade e ela deparou-se logo com dificuldades que não imaginara.

Começou por trabalhar num restaurante e dormir no chão frio de um quarto sem cama nem colchão.Tomava banho de água fria no inverno e vestia-se com roupas que encontrava no lixo. Prometeram-lhe 175 euros por mês que acabaram por não lhe pagar.

Foi arranjando depois vários trabalhos em diferentes áreas até que decidiu começar a fazer bolos e a vendê-los nos cafés, como já fazia no Brasil. Resolveu criar uma loja online, a “Maria Gourmet”, uma confeitaria especializada em brigadeiros e outros bolos gourmet. (Instagram: @maria.gourmeet).

Era um sonho que Josemeire tinha desde os 10 anos quando passava a maior parte do seu tempo livre na cozinha, aprendendo com a avó e a mãe as receitas de família.

Começou a vender online e foi aí que o “Tamo Junto” a descobriu.

Ajudar as pessoas a não desistir de sonhar

O Tamo Junto Portugal é uma plataforma online e mobile friendly que oferece educação empreendedora gratuita aos microempreendedores imigrantes que vivem em Portugal. Proporciona-lhes o conhecimento necessário para que criem e profissionalizem o negócio, de modo a que constitua uma alternativa de trabalho rentável e digna.

“É uma grande mais-valia para ajudar as pessoas a não desistir dos seus sonhos”, diz Josemeire Carvalho.

A ideia do “Tamo Junto” nasceu no Brasil em 2014, por iniciativa da Aliança Empreendedora, uma ONG brasileira que desde 2005 apoia pequenos empreendedores. Hoje, já apoia mais de 90 mil brasileiros a desenvolverem os seus pequenos negócios.

A plataforma contém conteúdos claros e acessíveis, tanto para quem quer começar a empreender, como para quem já tem seu próprio negócio.

Além de cursos e videoaulas, possui também várias outras ferramentas que contribuem para ajudar a desenvolver o negócio no dia a dia.

Em 2020 o Tamo Junto no Brasil ganhou quatro dos cinco prémios do MIT Solve Global Challenge na categoria Empreendedorismo Inclusivo e Trabalho Digno. O prémio do Massachusetts Institute of Technology (MIT), uma das principais e mais respeitadas universidades de tecnologia do mundo, teve como objetivo encontrar empreendedores sociais cujo exemplo tenha um impacto duradouro e transformador.

Esta edição recebeu 2600 soluções inscritas de 135 países diferentes, O TamoJunto.org.br foi o único projeto do Brasil finalista na categoria em que estava inscrito.

A iniciativa brasileira ganhou o prémio principal, tornando-se parte da comunidade de Solvers do MIT e mais três prêmios adicionais, The GM Prize on Good Jobs and Inclusive Entrepreneurship, The Experian Prize e The Gulbenkian Award for Adult Literacy.

Em Portugal, surgiu em 2021 com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, via Gulbenkian Award for Adult Literacy.em parceria com SOLVE MIT nos Estados Unidos.

“Trabalhamos para que as pessoas possam se ver como empreendedoras e auxiliamos no crescimento pessoal e profissional, oferecendo conhecimento gratuito e de boa qualidade para que entendam de gestão financeira, formalização, marketing, delivery, vendas online. Sabemos que com uma melhora no negócio esses empreendedores acabam tendo uma fonte de renda estável e consequentemente uma vida melhor. E durante a pandemia, o conhecimento que oferecemos na linguagem correta foi fundamental para que se reinventassem e desenvolvessem resiliência, pois os microempreendedores foram os mais afetados economicamente neste período”, diz Luísa Bonin, cofundadora do projeto Tamo Junto na Aliança Empreendedora.

Contribuir para a integração dos imigrantes

De que forma é que esta iniciativa pode contribuir para ajudar à integração dos imigrantes? “Muitos imigrantes, ao chegarem ao país, encontram no empreendedorismo uma forma de ter uma rendimento, alguns já empreendiam no seu país de origem - mas não necessariamente seguem com o mesmo ramo E outros começam pela dificuldade de encontrar uma oportunidade de emprego”, explica Pedro Cunha, diretor do programa Gulbenkian Conhecimento.

Com esta plataforma, os empreendedores conseguem capacitar-se e tirar a ideia do papel ou melhorar seus negócios. “Um dos pontos essenciais que apoiam na integração é que os cursos foram feitos de acordo com a realidade de Portugal, trazendo as obrigações e direitos da legislação do país”, salienta.

Pedro Cunha nota que “outro ponto que está sempre presente é a importância da rede de apoio e a conexão com outros empreendedores, para que possam trocar experiências - positivas e negativas, fazer parcerias e também criar ambientes de trocas.”

O evento presencial em Portugal “foi essencial para isso, pois conseguimos conectar empreendedores de diferentes áreas e países, em um mesmo local, fomentando a troca e o conhecimento”, diz.

Desde junho de 2021, foram emitidos mais de 500 certificados, beneficiando mais de 300 imigrantes e portugueses. Quase 5000 pessoas foram alcançadas nas redes sociais e no YouTube.

Brasileiros são a maioria

A maioria 60% são do Brasil, 17% de Portugal, 9% da Angola, 5% Cabo Verde e os demais são de outros países como Venezuela, Guiné-Bissau, SãoTomé e do Haiti.

No que se refere ao género, 53% são mulheres, 11% entre 20 e 29 anos. 33,7% entre 30 e 39 anos. 20,5% entre 40 e 49 anos. 8,8% entre 50 e 59. 1,7% têm mais de 60.
O projeto financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian tem como parceiros a TESE, Diáspora Sem Fronteiras, Câmara de Cascais, Le Bergami - Mulheres em Portugal, VP Dicas, Lari Abreu, Afrolink, Impact HUB Lisbon, Inspirar, Agência Empreendedores Sociais.

Priscila Lima é outra beneficiária do projeto. Em Portugal há quatro anos montou uma loja de animais, em Cascais, a Dog Shower Cascais | Pet Shop (Instagram: @dogshowercascaispetshop).

O seu negócio conheceu notáveis avanços, possuindo hoje um espaço próprio para banho de cães.

Através de uma amiga conheceu os cursos do “Tamo Junto” Portugal. Foi muito participativa e recebeu mentoria bónus do projeto com a Fábrica do Empreendedor.