Meteorologia

Mulher morre em Algés devido a inundação em cave

Alcântara, Lisboa
Alcântara, Lisboa
ANTÓNIO PEDRO SANTOS

A vítima mortal tinha cerca de 55 anos.

Uma pessoa morreu na sequência das inundações que atingem a Grande Lisboa. Segundo a Proteção Civil, a vítima mortal tinha cerca de 55 anos e encontrava-se numa cave.

“Era um casal que se encontrava na sua habitação. O senhor conseguiu o seu resgate, a vítima mortal do sexo feminino tinha cerca de 55 anos”, afirma André Fernandes, comandante nacional de Emergência e Proteção Civil num balanço realizado às 00:30.

Loading...

A forte precipitação que atingiu a região de Lisboa causou centenas de ocorrências. Só no distrito de Lisboa foram contabilizadas, até à hora do balanço, 397 ocorrências. Em Setúbal foram registadas 39 ocorrências e 10 no distrito de Faro.

Os concelhos da Grande Lisboa que foram mais afetados pela forte precipitação são Lisboa, Cascais, Oeiras, Odivelas e Loures.

Na sequência do alerta do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), a Proteção Civil colocou os distritos de Lisboa, Santarém, Setúbal e Faro estão em alerta laranja até esta quinta-feira às 14:00, enquanto Leiria, Beja, Évora e Portalegre em aviso amarelo.

Apela-se à população que se mantenha em casa e que não transite enquanto durar esta situação meteorológica adversa”, aconselha André Fernandes.

Devido à subida das águas, há várias vias cortadas:

  • IC20 no acesso à Costa da Caparica
  • Radial de Benfica nos dois sentidos
  • Linha de comboio entre Oriente e Alverca
  • Linha de comboio de Cascais em Algés
  • Linha de comboios de Sintra na Amadora
  • Linha de comboios da Cintura em Alcântara-Terra e em Campolide (devido ao acesso às estações)

A Proteção Civil apela à calma enquanto decorre este evento meteorológico adverso, apelando à população que tenha atenção aos alertas anunciados pelas autoridades.

Últimas Notícias