Mundo

Morreu Koko, a gorila que sabia língua gestual

The Gorilla Foundation

A gorila Koko morreu esta terça-feira aos 46 anos na reserva da fundação Gorilla, nas montanhas da Santa Cruz, no Estado da Califórnia.

Koko, que aprendeu linguagem gestual com a doutora Francine Patterson, nasceu no jardim zoológico de São Francisco em 1971, e ficou famosa pela sua participação num projeto da universidade de Stanford em 1974.

Num comunicado de imprensa, a fundação relembrou que a capacidade de Koko para a linguagem e empatia abriu as mentes e corações de milhões de pessoas.

O gorila apareceu em vários documentários e foi capa da revista National Geographic em 1978 e 1985.

A capa de 1978 mostrava uma fotografia de Koko tirada por ela mesma num espelho.

A fundação anunciou que vai honrar o legado de Koko e manter a sua missão através dos seus projetos, que incluem esforços de conservação em África e uma aplicação de linguagem gestual, cujos benefícios revertem para as crianças e gorilas.

Com Lusa

  • 17:19