Mundo

Trump desiste de novas sanções contra a Coreia do Norte

Kevin Lamarque

Porta-voz da Casa Branca disse que Trump "gosta do Presidente Kim".

O Presidente dos EUA, Donald Trump, disse esta sexta-feira que vai reverter a decisão de aplicar novas sanções à Coreia do Norte, ordenando que sejam retiradas, numa mensagem através da rede social Twitter.

"Foi hoje anunciado pelo Departamento do Tesouro dos Estados Unidos que seriam lançadas sanções adicionais de larga escala à Coreia do Norte. Eu ordenei hoje que essas sanções adicionais fossem retiradas", escreveu Donald Trump na sua página de Twitter.

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, explicou aos jornalistas que Trump "gosta do Presidente Kim e acha que essas sanções não serão necessárias".

Contudo, Sanders não respondeu às perguntas dos jornalistas sobre a que sanções se referia o Presidente.

Na quinta-feira, o governo norte-americano penalizou duas empresas de navegação chinesas suspeitas de ajudar a Coreia do Norte a fugir às sanções norte-americanas.

Para justificar essa medida, o conselheiro de segurança de Donald Trump, John Bolton, disse que a indústria marítima deve ser ativa a impedir práticas ilícitas de transporte de produtos para a Coreia do Norte.

Essas sanções foram consideradas pela Casa Branca prova de que Washington continuava a exercer pressão sobre a Coreia do Norte, para levar o seu Presidente, Kim Jong-un, a desistir do seu programa de armas nucleares.

Lusa

  • Do dia da criança ao turismo de natureza no Alentejo
    6:14
  • “Vamos a Jogo” acompanhou Luís Filipe Vieira no dia da reconquista
    15:21