Mundo

Relatório sobre ingerência russa nas eleições americanas não culpa nem inocenta Trump

Relatório sobre ingerência russa nas eleições americanas não culpa nem inocenta Trump

Expectativa de revelações comprometedoras deixa os norte-americanos em suspenso.

O procurador-geral dos EUA afirma que o relatório sobre a interferência da Rússia nas eleições presidenciais não permite concluir que Donald Trump tenha cometido um crime, mas também não o inocenta.

A expectativa de revelações comprometedoras está a deixar os norte-americanos em suspenso.

  • Carro de Santana Lopes não tinha seguro?
    1:44