Mundo

Bolsonaro abre precedente diplomático ao visitar Muro das Lamentações com Netanyahu

Jair Bolsonaro abriu um precedente diplomático ao deixar-se acompanhar pelo ministro-israelita numa visita ao Muro das Lamentações, em Jerusalém.

Nas últimas décadas, nenhum chefe de estado estrangeiro aceitou visitar com o primeiro-ministro israelita o Muro das Lamentações, para que o gesto não fosse interpretado como uma declaração de apoio numa questão delicada e complexa. O gesto do Presidente brasileiro acontece a pouco mais de uma semana das eleições legislativas em Israel.

  • Um Presidente sem tempo a perder

    Opinião

    Donald Trump foi o pior Presidente dos EUA em 90 anos. Joe Biden tem o maior desafio do último século americano - mas está, nestes primeiros dias, a mostrar que pode estar à altura do que a maioria clara lhe pede.

    Germano Almeida