Mundo

Todos os migrantes mortos em camião no Reino Unido eram vietnamitas

Camião onde foram encontrados 39 corpos, em Essex, Reino Unido.

VICKIE FLORES

Anunciou, esta quinta-feira, a polícia britânica.

Os 39 migrantes cujos cadáveres foram encontrados em 23 de outubro no interior de um camião no Reino Unido eram de nacionalidade vietnamita, anunciou hoje a polícia britânica, que já identificou formalmente os corpos e notificou as famílias.

As autoridades do Reino Unido têm trabalhado com a polícia do Vietname e com o médico legista para identificar os corpos encontrados num contentor de um camião na zona do Parque Industrial de Waterglade em Grays (condado de Essex), a leste de Londres.

O chefe adjunto da polícia, Tim Smith, disse que o trabalho de identificação dos corpos marca "um passo importante na investigação" e permite "trabalhar com os colegas da polícia vietnamita para apoiar as famílias das vítimas", entre as quais oito mulheres e 31 homens.

Smith acrescentou ainda que é "justo" que se ofereça "uma oportunidade aos familiares de receber as notícias que confirmam a morte dos seus entes queridos antes da divulgação de mais informações".

A polícia britânica pensou inicialmente que as 39 pessoas encontradas no interior do contentor do camião eram chinesas. No entanto, nos últimos dias, várias famílias oriundas de províncias do centro do Vietname relataram o desaparecimento de familiares, suspeitando que estes teriam tentado entrar clandestinamente no Reino Unido e que poderiam constar entre os corpos encontrados no interior do camião.

  • Covid-19: os números da vacinação em Portugal e no Mundo

    Vacinar Portugal

    Já foram aplicadas mais de 1 milhão de doses de vacina em Portugal e o destino da maioria foi para pessoas com mais de 80 anos. O ritmo médio semanal dos últimos dias abrandou ligeiramente. Portugal é agora o 8.º país da União Europeia com mais doses administradas (14.ª se considerarmos os Estados-membros com mais vacinas completas). Veja os gráficos interativos do maior e mais rápido processo de vacinação mundial (pelo menos 101 países já o iniciaram)

    Bruno Castro Ferreira e Sofia Miguel Rosa