Mundo

Roménia preocupada com o aumento das mortes causadas por ataques de ursos

Bogdan Cristel

Cerca de 6 mil ursos vivem na Roménia.

O aumento do número de mortos na Roménia por ataques de ursos está a preocupar o país, que considera que a população destes animais está a crescer descontroladamente.

A Roménia é casa da maior parte dos ursos-pardos da Europa. "A população de ursos aumentou e precisa de ser reduzida", avisa o guarda florestal Karoly Pal, citado pela BBC.

O número de mortes causadas por ataques destes animais também está a aumentar.

As mortes

No espaço de um mês, três homens foram mortos no país devido a ataques de ursos:

  • Um pescador de 61 anos foi morto em outubro, no distrito de Mureș;
  • Um homem de 46 anos sofreu um ataque no final de outubro, no distrito de Bacău;
  • Um pastor de 63 anos foi morto este mês, na fronteira entre Mureș e a Transilvânia.

Estas três mortes juntam-se às outras três vítimas mortais registadas este ano, na Roménia. Em comparação, entre 2000 e 2015, 11 pessoas foram mortas por ursos no país.

Os danos

Karoly Pal explicou que tem recebido muitas queixas de locais pelo aumento do número de ursos em Neaua, na região da Transilvânia.

"Onde quer que vá nesta área, tenho pessoas a alertar que há demasiados ursos, e que não conseguem plantar nada. As pessoas são obrigadas a abandonar a agricultura e as suas terras - e ficam com medo de sair das vilas."

Os ursos estragam plantações agrícolas, danificam carros e matam o gado. Segundo a emissora britânica, estes animais contribuem ainda para o aumento do número de acidentes com carros.

Na passada semana, um urso teve de ser abatido depois de ser atropelado. E, desde então, as autoridades já receberam o alerta para outros dois atropelamentos.

Perante a situação, o Governo romeno aprovou um projeto de lei que permite a caça ao urso durante cinco anos. No entanto, esta medida enfureceu os ativistas dos animais, que lançaram uma petição contra a lei, e que já recolheu mais de 100 mil assinaturas.

Urso invadiu várias casas e um liceu na Roménia

Em 2018, um urso entrou no liceu Octavian Goga, na cidade Miercurea Ciuc, na Roménia, assim como em várias casas. Segundo as testemunhas, chegou a comer uma cabra.

De acordo com as autoridades, não existiam meios para tranquilizar o animal, que acabou por ser morto por um caçador romeno.

O incidente ocorreu um dia depois de dois funcionários do jardim zoológico terem sido espancados por um urso na cidade vizinha de Brasov.