Mundo

Boris Johnson substituído por escultura de gelo em debate sobre ambiente

POOL New

A ausência de Boris Johnson do debate surge depois de ter recusado participar num outro debate televisivo alargado a 7 partidos na BBC.

O Partido Conservador britânico queixou-se esta quinta-feira à autoridade reguladora para a comunicação social por um canal de televisão ter colocado uma escultura de gelo no lugar deixado vazio pelo primeiro-ministro, Boris Johnson, durante um debate sobre o ambiente.

Numa carta ao organismo Ofcom, o Partido Conservador alega que propôs que o ex-ministro do Ambiente Michael Gove representasse Johnson neste debate, mas que foi recusada a participação por não ser o líder, acusando o canal Channel 4 de desrespeitar as regras de imparcialidade.

O apresentador Krishnan Guru-Murthy explicou que "os líderes dos maiores partidos foram todos convidados", tendo comparecido cinco: Jeremy Corbyn, do Partido Trabalhista, Nicola Sturgeon, do Partido Nacionalista Escocês (SNP), Jo Swinson, do Partido Liberal Democrata, Sian Berry, dos Verdes, e Adam Price, do Plaid Cymru, do País de Gales.

"Deixámos os convites abertos aos líderes do Partido Conservador e do Partido do Brexit [Nigel Farage] . Eles não tomaram os seus lugares. No seu lugar, um aviso para os glaciares que estão a derreter", acrescentou, a propósito das duas esculturas de gelo colocadas nos seus lugares.

O debate "Emergência no Planeta Terra" foi realizado para debater em particular a emergência climática e as propostas de cada um dos partidos que concorrem nas eleições legislativas britânicas de 12 de dezembro.

Depois do Partido do Brexit, o Partido Conservador é aquele com objetivos menos ambiciosos na área do ambiente, segundo a organização Greenpeace, enquanto que os Verdes e Partido Trabalhista são os propõem mais medidas para combater as alterações climáticas.

Enquanto que os 'tories' prometem plantar 30 milhões de árvores por ano, os Liberais Democratas e o SNP propõem plantar o dobro, os Verdes 70 milhões e o 'Labour' 100 milhões.

A ausência de Boris Johnson do debate surge depois de ter recusado participar num outro debate televisivo alargado a sete partidos na BBC, marcado para sexta-feira, e em ser entrevistado individualmente pelo jornalista veterano Andrew Neil, também na estação pública, numa série de entrevistas com os líderes partidários britânicos.

  • 3:09