Mundo

Protestos antirracismo. Estátuas de Cristóvão Colombo derrubadas nos EUA 

Navegador visto como um símbolo da colonização e da violência imposta pelos europeus no Novo Continente. 

Alguns dos alvos da fúria popular nos Estados Unidos da América foram símbolos e figuras históricas que os manifestantes consideram racistas ou violentas.

Nos últimos dias, dezenas de estátuas foram destruídas.

Na terça-feira, na Virgínia, uma estátua de Cristóvão Colombo foi derrubada, incendiada e atirada para um lago, em Richmond, como é possível ver no vídeo.

Em Boston, outra estátua do navegador, instalada num parque público, ficou sem cabeça.

Cristóvão Colombo, oficialmente o primeiro navegar a chegar à América, é considerado por movimentos antirracistas como um símbolo da colonização e da violência imposta pelos europeus no Novo Continente.

Os protestos antirracismo

Os protestos contra o racismo surgem após a morte de George Floyd, um afro-americano de 46 anos, depois de um polícia branco lhe ter pressionado o pescoço com um joelho durante cerca de oito minutos.

Desde a divulgação as imagens nas redes sociais, têm-se sucedido os protestos contra a violência policial e o racismo em dezenas de cidades norte-americanas, algumas das quais foram palco de atos de pilhagem.

Veja também: