Mundo

França sai à rua em homenagem ao professor decapitado e em defesa da liberdade de expressão

Franceses protestam contra o extremismo religioso.

Milhares de pessoas, em dezenas de cidades francesas, prestaram este domingo homenagem ao professor decapitado por um extremista islâmico. O assassino do professor tinha 18 anos e foi abatido no local na sexta-feira, pela polícia.

O movimento popular que organizou as concentrações deste domingo está a preparar uma homenagem nacional para a próxima quarta-feira.

AUTOR TINHA ANTECEDENTES CRIMINAIS

O autor do crime tinha como antecedentes criminais pequenos delitos, cometidos quando era menor, pelo que não despertou a atenção dos Serviços de informação que perseguem o radicalismo islâmico no país.

Os investigadores encontraram no seu telemóvel uma mensagem reivindicativa do ataque, gravada às 12:17, horas antes de cometer o atentado em Conflans-Sainte-Honorine, a 30 quilómetros de Paris.

  • 0:57