Mundo

Bolsonaro fica lisonjeado com elogios de Putin à sua "masculinidade"

Adriano Machado

O Presidente brasileiro compartilhou um vídeo onde o homólogo russo elogia as suas "qualidades masculinas".

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, compartilhou orgulhosamente nas redes sociais um vídeo em que o seu homólogo russo, Vladimir Putin, elogia as suas "qualidades masculinas", o que gerou vários 'memes' na internet.

No seu discurso na terça-feira, na cimeira virtual dos países BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), o Presidente russo considerou que Bolsonaro foi um "exemplo" pela sua gestão da pandemia do novo coronavírus, que já foi considerada caótica, e até mesmo irresponsável, por muitos epidemiologistas.

"Você mesmo sofreu essa infeção pessoalmente e passou por essa provação com grande coragem", disse Putin, em alusão ao facto de Bolsonaro ter sido infetado pelo novo coronavírus em julho.

"Você demonstrou possuir as melhores qualidades masculinas, tais como a coragem e a grande força de vontade, enfrentando todos os desafios com grande respeito e consideração pela vontade de seu povo e pelos interesses do seu país", acrescentou o Presidente russo, dirigindo-se ao líder de extrema-direita brasileiro.

As palavras de Putin foram transcritas e partilhadas na manhã desta quarta-feira pelo Presidente brasileiro no Facebook, após ter divulgado o vídeo do momento, legendado em português.

Na sua coluna no portal Uol, Reinaldo Azevedo, um respeitado comentador político do Brasil, não deixou de destacar que, assim como o Presidente brasileiro, Vladimir Putin é um "notório homofóbico".

Na semana passada, Jair Bolsonaro causou polémica ao afirmar que o Brasil deve deixar de "ser um país de maricas" diante da pandemia.

Reinaldo Azevedo salientou ainda que esse inesperado apoio de Moscovo foi bem acolhido por Bolsonaro, após a derrota do seu ídolo e principal aliado, o norte-americano Donald Trump.

Contudo, a derrota de Trump nas presidenciais norte-americanas ainda não foi reconhecida por Jair Bolsonaro, um dos únicos líderes que ainda não parabenizou o Presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden.

"Bolsonaro já pode começar a despedir-se da viuvez. Terá um novo troglodita para chamar de amigo", escreveu o comentador político do portal UOL.

Nas redes sociais, vários 'memes' foram partilhados como forma de ilustrar esta nova amizade, como, por exemplo, uma fotomontagem onde Bolsonaro está sentado atrás de Putin no seu cavalo, ambos sem camisa.

  • Um Presidente sem tempo a perder

    Opinião

    Donald Trump foi o pior Presidente dos EUA em 90 anos. Joe Biden tem o maior desafio do último século americano - mas está, nestes primeiros dias, a mostrar que pode estar à altura do que a maioria clara lhe pede.

    Germano Almeida