Mundo

Três mortos em Espanha devido à tempestade de neve

BALLESTEROS

Madrid já pediu ajuda ao Governo central para responder à tempestade de neve.

Três pessoas morreram devido à tempestade de neve que está a atingir Espanha, e em particular Madrid, anunciou este sábado o ministro do Interior espanhol.

"Apesar das condições meteorológicas extremamente difíceis, o número de incidentes é relativamente limitado, mas mesmo assim lamentamos a morte de três pessoas", disse Fernando Grande-Marlaska, numa conferência de imprensa em que não foram fornecidos detalhes sobre estes óbitos.

Desde 1971 que não se registavam em Espanha tempestades de neve desta dimensão, que colocaram este sábado cinco regiões em alerta vermelho, refere a agência de notícias France Presse.

O presidente da Câmara de Madrid já pediu ajuda ao Governo central, nomeadamente "recursos humanos e materiais" para conseguir dar resposta à tempestade.

Segundo o autarca José Luis Martínez-Almeida, a cidade poderá ficar numa situação "muito complicada" na próxima semana devido à esperada "queda drástica" das temperaturas.

Nevões em Madrid condicionam população

Madrid continua pintada de branco e esta noite bombeiros e militares foram chamados a socorrer milhares de condutores que ficaram presos na neve. Segundo a Unidade Militar de Emergência de Espanha, mais de mil veículos foram retirados da neve para poderem seguir viagem.

A acumulação de neve em Madrid foi três vezes superior ao esperado, atingindo uma espessura entre 50 e 60 centímetros na capital.

As escolas madrilenas vão manter-se encerradas na segunda e na terça-feira.

A tempestade de neve que na sexta-feira atingiu Espanha causou o caos no país.