Mundo

Os vídeos inéditos do ataque ao Capitólio dos EUA

Senadores assistiram a imagens novas de 6 de janeiro.

Os vídeos mostram os apoiantes de Donald Trump à procura do então vice-Presidente Mike Pence.

Os responsáveis democratas pelo impeachment mostraram ainda comunicações desse dia entre a polícia e como as palavras do ex-Presidente culminaram nesse ataque.

A apresentação destas imagens fortes abriu o primeiro dia de argumentos no julgamento, com os procuradores a defenderem que Trump não era um qualquer "espetador inocente", mas sim o "incitador-chefe" do mortífero ataque ao Congresso, alguém que passou meses a espalhar mentiras sobre as eleições e a construir uma multidão de apoiantes da sua intenção de impedir a vitória de Biden.

Os democratas da Câmara dos Representantes mostraram muitas provas oriundas do próprio Trump - centenas de mensagens da rede social Twitter e comentários -, que culminaram no seu apelo de 6 de janeiro, para a multidão ir para o Capitólio e "lutar como nunca" para inverter a sua derrota.

Depois, Trump não fez o que quer que fosse para interromper a violência e assistiu com "alegria" ao ataque da multidão ao edifício, adiantaram. Cinco pessoas morreram.