Mundo

Harry vai deslocar-se ao Reino Unido para o funeral do avô, o duque de Edimburgo

Stefan Wermuth

Avança o diário britânico Daily Mail.

O duque de Sussex, Harry, que reside dos Estados Unidos, vai deslocar-se ao Reino Unido para o funeral do avô, o duque de Edimburgo, que morreu esta sexta-feira aos 99 anos, revelou o diário britânico Daily Mail.

De acordo com o periódico, o príncipe Harry vai deslocar-se em avião privado para Londres a partir da Califórnia, Estados Unidos, onde reside desde a primavera de 2020 com a sua mulher, Meghan Markle.

Segundo o Daily Mail, e devido ao seu estatuto de membro da família real, o príncipe Harry estará isento das restrições de viagem em vigor para entrar na Inglaterra, em particular o mínimo de cinco dias de quarentena.

No entanto, desconhece-se se a duquesa de Sussex, grávida do seu segundo filho, uma rapariga, viajará juntamente com o príncipe Harry para a última despedida ao duque de Edimburgo, numa cerimónia que decorrerá na capela de São Jorge do Castelo de Windsor, com data ainda por anunciar.

O príncipe Filipe, na qualidade de marido da Rainha Isabel II, tem direito a um funeral de Estado, mas tinha manifestado o desejo de que fosse discreto.

Os duques de Sussex protagonizaram uma polémica em março passado, quando numa entrevista à cadeia televisiva norte-americana CBS, a Oprah Winfrey, Meghan acusou a Casa Real britânica de racismo, censurou o Palácio de Buckingham por supostamente perpetuar mentiras sobre si e Harry e revelar que teve pensamentos suicidas devido à pressão que sofreu.

Nos inícios de 2020, o casal anunciou a sua intenção de abandonar o estatuto de membros ativos da monarquia britânica, e deixar de residir em permanência no Reino Unido.

A confirmação desta decisão ocorreu em fevereiro passado, coincidindo com a hospitalização em Londres do duque de Edimburgo, internado como "medida de precaução".

O duque de Edimburgo, príncipe consorte da Rainha Isabel II, morreu aos 99 anos. O príncipe, que ia completar 100 anos em 10 de junho, tinha saído recentemente do hospital, onde foi submetido a uma intervenção cirúrgica devido a problemas cardíacos, e regressado a Windsor.

Conhecido pelo seu sentido de humor particular, Filipe de Mountbatten, nascido com o título de príncipe da Grécia e da Dinamarca, é o consorte mais antigo da história da monarquia britânica.

Em 2017, o duque de Edimburgo afastou-se das funções públicas. Desde então, tornou-se cada vez mais raro ver o príncipe Filipe em público, exceto quando participou em grandes eventos familiares.

  • Regresso ao futuro

    Opinião

    "Queremos assegurar que os novos líderes estão unidos por um conjunto de valores que torna claro que a liderança não é sobre ego" (David Simas, Presidente da Fundação Obama)

    Germano Almeida