Mundo

Vulcão nas Caraíbas coloca um terço da ilha de São Vicente em risco

La Soufrière entrou em erupção e deixou várias regiões da ilha sem energia e água potável.

O principal vulcão da ilha de São Vicente, nas Caraíbas, registou a maior explosão desde sexta-feira. O alerta vermelho mantém-se e o espaço aéreo continua fechado. Muitas comunidades deparam-se com falta de água potável e eletricidade.

Cerca de um terço da ilha está em risco. Na explosão desta segunda-feira, a maior desde a última semana, o vulcão La Soufrière projetou fragmentos de rocha, gás e lava.

Entre 16 e 20 mil residentes foram deslocados, mas ainda há pessoas que se recusam a sair das zonas próximas ao vulcão e arriscam ser detidas por incumprimento. Na ilha, existem regiões sem energia e água potável.

Vários países já se disponibilizaram a ajudar. É o caso da Venezuela, de onde chegam 12 profissionais de saúde e 20 toneladas de mantimentos.

O risco de mais explosões mantém-se. Na ilha vivem mais de 100 mil pessoas. Em abrigos estão 3.600 residentes que, para evitar o risco de contaminação por covid-19, estão a ser testadas e vacinadas.

  • 2:19