Mundo

Aumenta a tensão no Médio Oriente. Conselho de Segurança da ONU reúne-se de emergência

Amir Cohen

Israel recusa a intervenção externa.

Foi convocada para esta quinta-feira uma nova reunião de emergência do Conselho de Segurança das Nações Unidas para discutir o conflito entre israelitas e palestinianos.

A tensão tem aumentado há quase uma semana, com bombardeamentos mútuos em Telavive e em Gaza. Na noite de quarta-feira, os alarmes de segurança anti-rockets voltaram a soar em várias cidades de Israel.

Têm sido vários os apelos à contenção por parte da comunidade internacional. Israel recusa a intervenção externa e conta com o apoio dos Estados Unidos.

CONFLITO JÁ PROVOCOU DEZENAS DE MORTES NOS ÚLTIMOS DIAS

Do lado israelita, sete pessoas foram mortas, incluindo uma criança de seis anos e um soldado. Segundo o último balanço do ministro da Saúde da Faixa de Gaza, 67 pessoas, incluindo 17 crianças, foram mortas e 400 pessoas ficaram feridas nos últimos dias.

Os últimos acontecimentos estão a ser classificados como uma das piores escaladas da tensão entre israelitas e palestinianos desde 2019.

A escalada no conflito foi provocada por semanas de tensões na contestada Jerusalém devido à ameaça de expulsões de palestinianos de Jerusalém Oriental em benefício dos colonos israelitas.

  • 8:23