Mundo

Tensão política em Israel. Apoiantes e opositores de Netanyahu em protesto

Ammar Awad

Depois do acordo entre os partidos da oposição para formar Governo.

Em Israel, os partidos da oposição chegaram a acordo para formar Governo, o que pode significar o fim de mais de 12 anos seguidos de Netanyahu no poder.

Depois de anunciado o acordo, a tensão aumentou entre apoiantes e opositores do primeiro-ministro israelita.

Dezenas de manifestantes concentraram-se no centro de Israel, onde o líder da oposição, Yair Lapid, se reuniu com outros partidos para firmar o acordo de coligação. O pacto tem de ser aprovado pelo Parlamento numa votação que deve acontecer no início da próxima semana.

Os apoiantes de Netanyahu gritaram "vergonha" nas ruas. Dizem que a crise política que o país enfrenta está longe de ficar resolvida.

Fim da era Netanyahu?

A nova coligação governamental, composta por partidos de quase todo o espetro ideológico - incluindo um partido árabe pela primeira vez - será liderada durante os primeiros dois anos pelo ultranacionalista religioso Naftali Benet, que será substituído pelo centrista Yair Lapid nos dois seguintes, noticia a agência EFE.

Os adversários do primeiro-ministro israelita cessante, Benjamin Netanyahu, tinham apenas algumas horas para anunciar um acordo visando conduzir o país a uma "nova era" e acabar com mais de dois anos de crise política.

A ser julgado por corrupção em três casos diferentes, Netanyahu é o primeiro chefe do governo israelita acusado durante o mandato.